segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Dentro de mim!


Não domino matemática, química ou física.
Filosofia e história me dão desânimo, mal consigo chegar ao fim da página numa leitura.
Eu jurava que dominava português e o conteúdo para turmas de atividades, mas não domino.
Inglês passo longe, o curso de 5 anos só saiu do meu bolso.Passar em concurso público, hoje me parece ilusão.
Tudo muito difícil, me sinto muito burra...,mas o pior de tudo é o fracasso diante das lições da vida. Eu tinha certeza de que tinha aprendido, mas vejo que reprovo ano após ano. O ano se foi e eu fechei minha conta corrente com R$11,00. Não juntei dinheiro nem comprei nada significativo. O dinheiro simplesmente pagou contas e tentou comprar o amor de pessoas incompráveis e buscou agradar pessoas que são impossíveis de agradar.Eu já devia ter aprendido, afinal são mais de 3 décadas de aprendizado.
Sem contar minhas economias que somaram o abatimento de algumas prestações do  apartamento.Ajudo em tudo, pago muito e não faço questão de pouca coisa.Só que isso se torna uma pesada obrigação.
Comprei muitos e muitos medicamentos. De todas as cores, formas, tamanhos e para várias indicações, tudo para curar a dor que sinto, claro, sem sucesso, porque na verdade a cura encontra-se perdida dentro de mim, eu já devia tê-la encontrado. Sofreria menos.
Já devia não esperar nada de ninguém, porque tudo o que tenho eu mesma me dou. Me dei algumas coisas e me senti culpada depois, estranho...contraditório!
E finalmente as festas de fim de ano. Eu já deveria ter aprendido a não idealizar as coisas e as ações dos outros. Sempre idealizei um natal e uma festa de fim de ano feliz e em família. Quando pequena me lembro que estávamos em família, sempre nós cinco,às vezes com a vovó e às vezes em Valadares, mas eu não era tão feliz assim, mas reconheço o esforço de meu amado pai para nos proporcionar o cumprimento das tradições e o pagamento das leis do consumismo. A medida que fomos crescendo, as exigências também cresceram; em alguns momentos cozinhar a própria comida ficou sendo muito cansativo, então começamos a comprar, mas o sabor era artificial, fomos a restaurantes, mas o ambiente era impessoal. E esperei que um dia fosse bom...a família cresceu e finalmente minha mesa de 3 metros x 1.30 estava repleta de gente e comida, faltava alegria e uma companhia. Pensei que quando eu me casasse, seria diferente,mas ainda faltava alegria.Eu já devia saber que essas datas são apenas convenções sociais, que é apenas um dia como outro qualquer. Sofro à toa. Pensei que jamais estaria sozinha novamente, mas hoje dia 31,às 22:45, meu esposo está de serviço e eu estou sozinha aqui em minha casa, pelo menos tenho minha casa, a que eu sempre quis, no lugar que eu sempre sonhei.Talvez eu não devesse sentir  essa solidão avassaladora.Tristeza e solidão, ambas dentro de mim, mais uma vez.Vai ver elas esconderam minha cura.
Dói, dói e dói...eu já devia ter aprendido a não idealizar e já devia ter parado de sonhar. Devia ser menos empolgada, menos patética, demonstrar menos sentimentos, esperar menos...
Recebi convites para sair,mas se eu fosse só prorrogaria o ato de me derreter em lágrimas, eu sempre quis chorar até desaparecer.
Creio em Deus e agradeço pelo seu olhar misericordioso ao me ofertar a saúde que me fez levantar todos os dias. Pela força ao combater minha fraqueza, pela vontade contra ao desânimo, por finalmente gozar, por ter um coração mais frio capaz de controlar meu calor humano, solidariedade,compaixão e bondade...
Em 2013 darei alguns passos para trás com a pretensão de avançar mais uns três no futuro, conto Contigo.És o único que estás sempre por perto cuidando de mim e me carregando, afinal quando me sinto mais fraca mais forte estou.
Sem mais o que dizer...
Feliz 2103 pra mim... de verdade.

O cair da noite!






Muitas, milhares de estrelas brilham e compõem a majestosa noite que chega de forma intensa e imponente.
Muitas, milhares de estrelas misturam-se com o pisca pisca dos vagalumes.
Com os sentidos à flor da pele pode-se ouvir o coaxar dos sapos e o cricrilar dos grilos.
A escuridão é presenteada com a luz cintilante da lua em uma de suas fases.
O céu, agora estrelado, se transforma em um imenso tapete  transportando sonhos e contemplação.
Toda essa paz é mesmo um convite a um sono longo e tranquilo.
arhhhh....
Boa noite!

Amanhecendo em Jesúpolis!





Eu não sei que horas são.
Mas quem precisa de relógio no paraíso?
Lá fora o galo canta e seu som é suave e harmonioso, completa a sinfonia dos pássaros.
Pela janela, uma brisa suave invade o quarto brindando o meu amanhecer.
Ainda nem abri os olhos, poderia dormir mais, mas como não contemplar a beleza desta cena?
Minha respiração flui leve e tranquilamente. Gostaria que o dia transcorresse nessa paz.
A natureza é mesmo sábia e perfeita.
Deus é mesmo O Criador.
Para enriquecer a beleza deste amanhecer, só mesmo o carinho, o amor, os beijinhos e o abraço acolhedor do meu amado esposo.
Agora, ele já se levantou, foi vivenciar a intensa vida que percorre nesse lugar dos meus sonhos!

Santa Terezinha do Menino Jesus


Minha vida não passa de um instante, uma hora passageira.
Minha vida não é mais que um só dia que me escapa e foge.
Tu bem sabes, ó meu Deus!
Para amar-te sobre a terra...
Não tenho senão o hoje!

Santa Terezinha do Menino Jesus
Ágape p.103

quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

2013...



Dizem que o número 13 não trás sorte.
Desejo a você a teoria contrária.
Que você tenha 13 bons motivos para comemorar,
todos os dias...

Que o 13 triplique sua saúde e disposição.
Proponho 13 formas diferentes de amar.
13 posições diferentes de sexo tórrido.
13 dias apenas, para rever seus conceitos e quem sabe até entristecer-se.

13 bençãos...
13 meses e um décimo terceiro bem gordo.
13 quilos a menos.
13 delícias saboreadas.

13 amores correspondidos.
13 carinhos recebidos.
13 pedidos concedidos.

Um ano novo repleto de tudo o que há de melhor no mundo para mim, para você , para os que amamos e odiamos, para todos nós...




Vc não se comportou bem nesse ano!!!


Natal??? Nostálgico!!

Lá vem o natal.
E com ele...
Lembranças de um passado que não voltará jamais.


Lá vem o natal.
E com ele...
Os preços exorbitantes.
Tradições que não acabam mais.


Lá vem o natal.
E com ele...
O aniversário de Jesus,
que ao nascer assinou sua sentença de morte por nós,
Simples mortais nostálgicos.

sábado, 15 de dezembro de 2012









Mulher de Fases

Mulheres, talvez o melhor seria,
Não tê-las mas,
Como viver sem elas???

Talvez seja clichê.
Talvez seja verdade verdadeira.
O fato que é contraditório.

Ás vezes alegres e bem humoradas.
Ás vezes felizes e bem dispostas.
Ás nem nos imaginamos sem elas.

Porém...
Ás vezes tristes, desanimadas,insuportáveis, em TPM constante...
Meu Deus o que foi que eu fiz? Pensamos sem demora.

Até mesmo a mais perfeita mulher.
Nos encanta ao exibir suas fases.
A lua!!!

Se apresentando todas as noites.
Expondo suas faces em fases.
Majestosa e gloriosa mulher de fases.

A sua também é assim.
Repleta de fases.
Composta de faces.

Imutável apenas,
O amor que revela por ti.
Homem estático, com sua mulher de fases.

sábado, 24 de novembro de 2012

Sentimentos sentidos!


Há sentimentos sentidos...
Percorrem toda minha rotina...
Amedrontam todas as minhas noites...
Me perseguem dia após dia...
De leve...
Devagar e sempre...

Levam meu sorriso...
Me colocam uma carranca...
Esmagam meu coração...
Destroem a razão...
O que sobra é só imaginação...

Ah! Sentimentos sentidos...
Ferozes, audaciosos e mortais...
Fortes...
Avassaladores como cavalos alados...

Quem diria, arder tanto!
Queimar por demais!
Sofrer jamais...

O horizonte é reconfortante...
Sentimentos sentidos inebriam minha visão...

Sentimentos sentidos que não fazem sentido!

domingo, 10 de junho de 2012

quarta-feira, 6 de junho de 2012

Vida bandida!!!

Eu acho que vou explodir.
Mesmo depois de um belo banho a la Victoria Secret, sozinha em meu refúgio, não consigo controlar minhas emoções e estou prestes a um pire pac... explodir... aaaahhhhhhhhhhhhhhh!!!!!!!!!!!!!

terça-feira, 5 de junho de 2012

Agradecimento!!!

Obrigada amor por cuidar de mim hj!
Obrigada por me amar quando eu mais preciso.
Obrigada por me amar quando eu menos merecer, pois é quando eu mais preciso.
Eu te amo!!!

Sofrimento!!!


Eu sei e sinto muito que a cada segundo um animalzinho sofra, sei que as pessoas tb sofrem mt, mas os animais são indefesos.
As últimas vítimas foram minha ovelhinha Florzinha, que a mãe não quis e a alimentação com a mamadeira não foi suficiente nem adequada. E Mel, a cadelinha de Jesúpolis, que ontem mesmo estava feliz com sua barriguinha repleta de filhotinhos e simplesmente foi atropelada.
Que triste!!!
Que possam estar num bom lugar junto com minha amada Queen.

O céu está em todo lugar.

Este livro traz uma leitura agradável e reflexiva que entrelaça a vida das pessoas, como as nossas vidas.
Após a morte da irmã, Lennie percebe que o tempo não parou como ela gostaria e que ao invés de se enterrar num luto profundo,como pretendia, percebe que está se apaixonando. Há dois rapazes envolvidos: um rapaz novo na cidade e o ex da irmã que juntos se entendem, compartilham sua tristeza e perda. Com qual ela ficará????
A história narra o cotidiano divertido entre a avó, o tio, ela e os rapazes.
Há também uma parte relacionada com músicas e músicos. Lennie toca clarinete.
Tudo flui tentando deixar a alegria voltar, mas há uma aversão dos personagens como se estivessem traindo Bairley por sua morte aos 19 anos.

Mistério...

Dez pessoas reunidas aleatoriamente numa ilha e unidas por crimes cometidos no passado sem punição.
Dez pessoas, dez negrinhos... mortos um a um num plano perfeito.
A trama segue a trajetória do poema:

Dez negrinhos vão jantar enquanto não chove;
Um deles se engasgou e então ficaram nove.
Nove negrinhos sem dormir: mas nenhum está afoito!
Um deles cai no sono, e então ficaram oito.
Oito negrinhos vão a Devon de charrete;
Um não quis mais voltar, e então ficaram sete.
Sete negrinhos vão rachar lenha, mas eis
Que um deles se corta, e então ficaram seis.
Seis negrinhos em uma colmeia trabalham com afinco;
A um deles pica uma abelha, e então ficaram cinco.
Cinco negrinhos no tribunal. Ver e julgar um fato;
Um ali foi julgado, e então ficaram quatro.
Quatro negrinhos no mar; a um tragou de vez
O arenque defumado, e então ficaram três.
Três negrinhos passeando no zoo. Vendo leões e bois.
O urso abraçou um, e então ficaram dois.
Dois negrinhos brincando ao sol, sem medo algum;
Um deles se queimou, e então ficou só um.
Um negrinho aqui está a sós, apenas um;
Ele então se enforcou, e não sobrou nenhum.

Férias...

Este livro conta a história de Rachel, uma dependente química e emergente na sociedade nova iorquina que não percebe a gravidade do seu problema e dos impactos que causam aos que estão ao seu redor.
Após uma ingestão exagerada de soníferos a família resolve interná-la numa casa de recuperação. Ela vai animada, pois a casa tem fama de tratar celebridades e ela acredita que conhecerá algumas e que ficará de férias rodeada por mordomias.
Quando chega lá percebe que tudo não passa de boatos, sem celebridades e sem mordomias ela luta para se encaixar com os demais membros.
Com o passar do tempo consegue, participa das reuniões, resolve problemas pendentes com sua mãe, mas seu coração permanece partido por Luke que mora em NY, não manda notícias e demonstrou muito ódio da última vez que se viram..
Com alta ela resolve permanecer na cidade, será necessário uma abstinência de um ano de sexo e drogas. No início ela tem uma recaída, mas encontra apoio e ajuda de outras ex dependentes e na hora certa ela volta a NY reencontra Luke e tem um final feliz.
Em várias cenas me identifiquei com ela.... O mundo ás vezes é cruel!!!

Questões do coração!!!

O livro conta a história de um acidente em uma festa infantil une três pessoas e desune uma família.
Com o desenrolar da trama um homem, o médico, fica indeciso entre a esposa e a mãe do paciente.
Passam uma noite juntos e após a confusão de sentimentos, o médico volta para a esposa que o perdoa e a mãe do garotinho tenta contado com o pai dele.
A leitura flui fácil e sugere várias questões dos relacionamentos afetivos.
Recomendo!

quinta-feira, 24 de maio de 2012

Liberdade!!!


Andar de bike, de manhã cedinho, sentido o ventinho frio acariciando o corpo não tem preço!!!!
É fantástico, tudo de bom!!!
E dá uma disposição, traduz a verdade sobre a vida.
Amo!!!!!!!!

segunda-feira, 21 de maio de 2012

Eu amo minha casa!!!

Assim com esta canção eu também amo minha casa.
Tudo organizado do meu jeito.Tudo com meu toque de delicadeza e leveza.
Trago de ruim apenas a mania de limpeza e de perfeição.
Olha só, vou te contar um segredo:
-Ela não existe.
Mas quando ela está limpa e arrumada hummmm ... é tudo de bom.



Meu Reino

Atrás da porta
Guardo os meus sapatos
Na gaveta do armário
Coloco minhas roupas
Na estante da sala
Vejo muitos livros
E a geladeira conserva o sabor das
refeições

Minha casa é meu reino
mas eu preciso de outros sapatos

De outras roupas, outros temperos
Para formar minhas ideias e meus sentimentos
Eu sou a soma de tudo que vejo

E minha casa é um espelho
Onde a noite eu me deito e sonho com as coisas mais
loucas

Sem saber porque
É porque trago tudo de fora
Violência e dúvida, dinheiro e fé

Trago a imagem de todas as ruas por onde passo
E de alguém que nem sei quem é
E que provavelmente eu não vou mais ver
Mas mesmo assim ela sorriu pra mim

Ela sorriu e ficou na minha casa que é meu reino
É porque trago tudo de fora
E minha casa é um espelho
Trago a imagem de todas as ruas

Eu sou a soma de tudo que vejo
mas mesmo assim, ela sorriu pra mim
Sorriu e ficou na minha casa que é meu reino

Que a razão não diga nada
Os sonhos sempre foram minha fuga
Lembranças perdidas sem sentido
Mas juntas pra mim parecem musica




Dormir!!!



Existe algo melhor que dormir?????
Em uma caminha bem quentinha e aconchegante...
Hum...
Vou dormir!!!

Amo banho quente!

Fala sério!!!
Nesse frio, um banho quente é tudo de bom!!!!